A queda de Darksydephil.

@sharpnosedgamer-jp

Uma breve análise sobre como a queda de um jogador que se recusa a ver sua realidade o tornou uma piada dentro da internet.

2008 até 2011, essa foi a melhor época para Phil Burnell, conhecido como Darksydephil ou DSP. Phil migrou de um setor para outro em uma época onde Letsplayers eram escassos e mostravam suas primeiras peças de trabalho. Anteriormente ao ano de 2008, DSP se considerava um jogador profissional de fighting games, em especial Street Fighter, e moldava seu pilar imaginário de glória sobre a base de ter recebido quarto lugar em uma versão estranha de Street Fighter 2.

O que caracteriza DSP é seu modelo não editado de gravação, não corrigindo erros que comete ao gravar, sejam eles técnicos ou dentro do próprio game, e o hábito de dar sua opinião nua e crua a respeito de um jogo, independente das pessoas gostarem e sem dar segundas chances ou pesquisar sobre o mesmo. Até 2011, o comportamento de DSP era tolerado por quem o assistia, não existia um pingo do estigma negativo e cômico que plana sobre sua figura hoje em dia.

A má fama foi cristalizada pela série ‘’This is how you don’t play’’, uma montagem de edição cômica que reúne partes de gameplay de um determinado jogo em que DSP falha em coisas simples e difícies, apresenta comportamento irritado e constantemente culpa o jogo por seus próprios erros. A série teve início no começo de 2012, criada por um ex-fã frustrado de Darksydephil e segue forte até hoje.

O comportamento tóxico com os próprios fãs e seu método agressivo e defensivo de responder até perguntas simples dos próprios contribui para a destruição de sua reputação e mostra traços de seu verdadeiro caráter, junto com sua teimosia em admitir seus próprios erros, não apenas dentro dos jogos, mas fora deles também. Outras cenas lamentáveis de Phil, ao se masturbar ao vivo por não perceber que a câmera estava ligada para quem assistia a stream e ameaçar de bater em uma garota de 11 anos que o chamou de idiota também estão presentes em sua lista de conduta. O dano causado cresceu tanto a ponto de seu canal de jogos do Youtube estagnar e não avançar desde muitos anos.

DSP vive às custas de doações de seu pequeno cardume de fãs somado aos resultados medíocres de seu canal, sua atitude de constantemente dar desculpas e implorar por bits e cheers no Twitch e a inundação de vídeos diária no seu canal do Youtube rende ainda mais questionamentos sobre seu desespero financeiro. Foi alvo de diversos ataques cibernéticos (DDos), ataques pessoais a ele e sua namorada, e até mesmo ‘’Swatted’’ (Quando alguém fornece os dados do local de moradia do indivíduo para policiais, falsamente o acusando de algum crime e os mesmos vão até a moradia do indivíduo para confirmar).

É difícil não usar DSP, por ser um indivíduo tão peculiar, como objeto de estudo para comportamentos parasitas presentes em um ser humano. Como será o futuro dele daqui para frente? Não sei, só me resta assistir a esse grande espetáculo de pena e hipocrisia em uma posição confortável.

PS: Galera, eu sei que eu ando sumido, mas o TCC e outros problemas pessoais tem me impedido de postar frequentemente aqui. É temporário e eu volto, prometo, hehehe.