Produtores falam sobre o desenvolvimento do remake de Resident Evil 3

@administrador


Os produtores do remake de Resident Evil 3, Masao Kawada e Peter J. Fabiano, conversaram recentemente com a Famitsu sobre o processo de desenvolvimento do game e revelaram grandes informações sobre seu desenvolvimento.

Um dos principais destaques da entrevista foi o conceito aplicado no jogo, que é o
medo de serem perseguidos pelo Nemesis que foi modificado para ser uma nova arma, pelo fato da protagonista ser uma mulher isso torna a experiência mais tensa. Os produtores também falaram do modo multiplayer do game 'Resident Evil: Resistance', ambos os títulos foram desenvolvidos usando o método Escape.

De acordo com os produtores Resident Evil 3 está com os seus 90% concluídos, por tanto não deve sofrer atraso em seu lançamento. Quanta a historia  o game segue com o trabalho original, mas graças as novas modificações, mesmo aqueles que já finalizaram o game clássico iram desfruta-lo como uma versão nova.


Os produtores também falaram sobre o novo design da Jill, os desenvolvedores tomaram cuidado para não arruinar a sua imagem com alterações no design. De acordo com eles o game possui mais
ação que o remake de Resident Evil 2, então eles queriam dar a ela uma roupa que não pareça desconfortável durante uma ação intensa.

Carlos também sofreu alteração em seu design, mas também em sua personalidade. No entanto, ele gosta de brincar e falar à toa, mas a parte de ser realmente legal não muda muito. Ele se conecta com Jill através de uma organização chamada U.B.C.S., mas é o tipo de personagem que transborda bondade e cuida de seus aliados dos EUA. Ele é um homem apaixonado e há uma cena que realmente mostra isso no jogo.

Brad Vickers não deve aparecer muito no jogo já que ele está fazendo todo tipo de trabalho junto com seus colegas restantes da S.T.A.R.S.

Resident Evil 3 Remake chega no dia 3 de abril de 2020 para Xbox One, Playstation 4 e PC.

Fonte: Siliconera