Capcom é acusada em processo por usar fotos roubadas em Resident Evil 4

A Capcom está sendo processada pela fotografa Judy Juracek que moveu uma ação contra a empresa na ultima Sexta-Feira em Connecticut, nos EUA., em cerca de US$ 12 milhões (em torno de R$ 60,7 milhões). Judy alega que a desenvolvedora usou suas fotos sem permissão para desenvolver alguns de seus jogos, sendo um deles o clássico Resident Evil 4 e Devil May Cry.

As imagens são frutos do ultimo vazamento de informações que Hackers obtiveram ao invidiarem os servidores da empresa no ano passado. As imagens supostamente foram tiradas do livro Surfaces traz uma coleção de 1.200 imagens de texturas fotografadas por Juracek. Na descrição do catálogo, a autora informa que as fotos devem ser usadas apenas como material de pesquisa para artistas, designers e arquitetos ou para compor criações sem fins comerciais.

Os advogados da fotografa exigem da Capcom e US$ 12 milhões) em danos por violação de direitos autorais. O montante ainda aumenta caso a fotografa ganhe todos os casos a fotografa ganhe todos os processos, já que ela também está movendo um processo de “falso gerenciamento de direitos autorais” de US$ 2,5 mil (R$ 12,6 mil) a US$ 25 mil (R$ 126 mil) para cada foto usada. A ação ainda não foi julgada. O caso ainda não foi julgado.

Fonte: VGC, Polygon