Estranhamento Literário e a Poética Revolução do NieR: Automata – Parte 2

@nana-2

Estranhamento Literário e a Poética Revolução do NieR: Automata –

Yoko Taro é o responsável pela produção do jogo Nier Automata. Durante anos, seu trabalho se definiu pela constante necessidade de subverter as expectativas e reimaginar os limites do gênero dos videogames. Em uma apresentação de 2014, Yoko sugeriu que “Como nos filmes e livros, exemplos de cultura que amadureceram, talvez também estejamos entrando em um beco sem saída”. Em outras palavras, a linguagem dos videogames tornou-se automatizada e limitada pelo que ele chamou de “muro invisível” que a indústria construiu entre as convenções padronizadas do meio e todo o seu potencial. Sua principal preocupação é que videogames sejam mais que jogabilidade inovadora, havia necessidade de uma reconstrução para essa mídia.

Parte 1 https://buff.ly/3huFHqB (Se não viu ainda)

Parte 2 https://buff.ly/2BFD46b  (Nova parte, continuação)

Like