O PS3, parte 03: as pérolas deixadas pra trás !

@alexandre-dias

(Exclusividades e raridades!)
Ao invés d'eu falar sobre os AAA manjados da sétima geração, que todos nós já conhecemos muito bem: GoW 3, GoW Ascencion, Resident Evil 5, 6 e Op. Racoon City, Dragons Dogma, Skyrim, os Call of Duty, os Uncharteds, Killzone 2 e 3, Heavy Rain/Beyond, os Assassins Creed, TLOU, vou mostrar algumas perolas raras, e exclusivos que até hoje ficaram eternamente presos no terceiro playstation. Mostrarei jogos que guardo boas lembranças dessa conturbada sétima geração!

1- Folklore

Este é um dos primeiros JRPG's lançados para o PS3, em outubro de 2007. Folklore é um  Action-JRPG desenvolvido pela Game Republic (Genji: Dawn of the Samurai). A história acontece na Irlanda dos dias atuais, e aborda a cultura folclórica celta. Você controla dois protagonistas, a jovem Ellen, e o jornalista investigativo Keats, ambos unidos para desvendar os mistérios do submundo da Vila de Doolin.

Folklore apareceu pela primeira vez na distante E3 2006, anunciado como 'o RPG de fantasia sombria da próxima geração Playstation'. Um demo jogavel foi lançado na PSN japonesa em maio de 2007. A  demo conta a historia dos dois protagonistas através duma serie de cutscenes estáticas no formato dum mangá, explorando a vila a beira-mar, e tendo os primeiros tutoriais sobre o sistema de combate.

2-White Knight Chronicles

Lançado no Japão em 2008 (2010 nos EUA), As Cronicas do Cavaleiro Branco é um JRPG Turn-based desenvolvido pela Level-5 (Ninokuni e Rogue Galaxy), empresa que desenvolveu grandes JRPG's para o PS2 anos atrás. White Knight narra as aventuras de um grupo de adolescentes especiais, que nasceram com a incrível habilidade de controlar golens gigantes de combate conhecidos como Knights, lutando contra as forças dum império maligno que deseja usurpar o poder dessas maquinas-de-guerra. O mundo possui um mapa-mundi vasto, com cidades e dungeons para serem exploradas e muitas cutscenes de história.

Nas batalhas o jogador enfrenta diversos inimigos, em destaque os de tamanho gigante. O sistema de combate é por turnos em tempo real, muito similar ao sistema do Final Fantasy XII da SquareEnix. Você pode customizar a arvore de habilidades e magias numa barra de menu, usando a direcional em cruz para trocá-las em tempo real, e é possível criar combos combinando ataques e magias. O climax do combate é atingido quando você invoca o Cavaleiro Gigante, o que altera radicalmente o fluxo do combate. 

O Game foi dividido em dois episódios. Em 2011, saiu o WKC Episode 2, adicionando mais dungeons, mais equipamentos, mais historia, mais personagens, e uma grande dungeon post-game que libera chefes e finais secretos! White Knight também possuía um modo online co-op que rolava por fora da campanha principal, onde você criava um avatar próprio interagindo com outros players mundo afora! Entretanto, essa campanha online era bem precária, difícil de criar parties, e durou pouco, tendo seus servidores desligados em 2014...
(gameplay by HellFire RPGs)
 

3- Demon Souls
 

O primeiro Souls a gente nunca esquece! Lançado na surdina em Fevereiro de 2009 (na Asia), pela até então pouco conhecida FromSoftware (falarei dessa empresa com detalhes nas próximas matérias), Demon Souls era um RPG de ação estranho, obscuro, e difícil pra [email protected] !! A principio, Demon's era pra ter sido um novo Kings Field (serie perdida de RPG do PS1), mas a FromSoftware, graças ao gênio-da-dor Hidetaka Myazaki, resolveu alterar um pouco as coisas, tornando o game num Action-RPG hack-n-slash com elementos de metroidvania.

O game era pra ter sido um flop total de vendas, se não fosse pelo esforço da comunidade gamer em pedir para a Sony trazer essa obra-prima do caos para o ocidente!

O jogador controla um guerreiro morto durante a invasão dos demônios sedentos por almas, no sombrio reino de Boletaria. Apos passar a fase tutorial, você é transportado ao Nexus, o hub central do game, onde os npc's se reúnem e você conhece mais detalhes sobre a historia do mundo. São 5 fases semi-lineares (similares as fases do velho Megaman da Capcom) repletas de desafios, armadilhas, inimigos apelões e chefes colossais e implacáveis. Morreu, volte para o começo na fase! O combate é similar ao Zelda 64 do velho Nintendo 64, com dificuldade e adrenalina elevados ao cubo!

A grande inovação do jogo esta no sistema do alinhamento da tendência de mundo: na tendência 'light', as fases se tornam mais fáceis, novos npc's amistosos aparecem para serem resgatados, e rotas alternativas são abertas para a exploração de itens secretos. Já na tendência 'dark', as fases se tornam mais brutais, aparecem os inimigos do tipo black phantom, e NPC's hostis aparecem para desafiar o jogador.
(gameplay review by GameSpot)
 

Continua...









 

Like